Vista de um mato virgem que se está reduzindo a carvão

Localização
Floresta da Tijuca, Rio de Janeiro, Brazil
encontro
1840
Materiais
Óleo sobre tela
Dimensões
134 x 195 cm
Crédito
Museu Nacional de Belas Artes/IBRAM
Localizar no mapa Vista na linha do tempo Sobre o artista

No quadro “Vista de um mato virgem que se está reduzindo a carvão”, Taunay desmembrou várias fases do processo de exploração madeireira em uma única composição, capturando a indústria como uma importante fonte de receita para o Brasil ao longo dos séculos XIX e XX. Embora famoso pelas pinturas que formataram e criaram à identidade nacional brasileira, Taunay estava ciente do dano ecológico que vinha sendo causado pela exploração madeireira nas ricas florestas do Brasil. Neste quadro, Taunay descreveu o cenário natural transformado pela ação humana: o lado direito da tela expõe a Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro, em seu estado virgem, enquanto, o esquerdo indica os lugares onde a vegetação foi cortada, queimada e reduzida a carvão. Ao mostrar a terra esgotada de seus recursos, a pintura de Taunay combina uma atenção aos detalhes científicos com as técnicas europeias de composição da paisagem.